Archive for September, 2010

Punto e basta

Monday, September 13th, 2010

Depois de quase 8 anos, estou chegando a conclusão de que está na hora de encerrar este blog.  Não encerro de teimosia.  Não é que eu não tenha assunto; assunto é o que não falta.  A verdade é que não tenho tido vontade de escrever.  Culpa de quem?  Dos gênios que inventaram o Twitter e o Facebook.  Principalmente do cara que inventou o Twitter.  Atualmente, você não precisa de um blog para expressar qualquer sentimento e pensamento, muito menos para manter a família e amigos atualizados sobre o que está acontecendo com você.  No Twitter, tudo é imediato e sem muita enrolação. Tá com raiva? 140 caractéres. Cansada? 140.  Indignada? 140.  Foi a um show? 140.  Encontrou um amigo querido? 140.  Tudo pode ser comunicado, compartilhado e registrado em 140 caractéres.  E mais… 140 é pouco? Ué, é só usar mais 140 e pronto; todo mundo recebeu a informação inteira, na hora, “punto e basta”.

Em 2002, quando iniciei o Jardim, weblog era uma coisa “moderna”.  Ninguém precisava ficar editando “HTML” para publicar alguma coisa na internet (porque naquele tempo, os websites ainda eram 100% editados em HTML!).  Os blogs facilitaram as vidas das pessoas (ou devo dizer dos “geeks”?).  Todo mundo podia ter blog e website.  Era tudo super fácil. O negócio era ter um endereço no Blogger e usar a ferramenta como se usava o Hotmail (porque naquela época, o Gmail ainda não existia).

Em 2010, isso tudo é 100 vezes mais fácil.  Hoje em dia, você não precisa nem de um computador para se comunicar com o planeta.  Tem um celular com internet?  Pronto. Todo mundo já pode saber o que você está fazendo, onde está almoçando, o que está assistindo, que museu está visitando e quantas aspirinas você precisou tomar para “destruir”sua dor de cabeça.  Somos todos seguidores da filosofia Gillette: “A primeira faz tchan, a segunda faz tchun e tchan tchan tchan tchan!”.  Tudo rapidinho, sem complicação nenhuma, em qualquer lugar, a qualquer hora.

E o Facebook?  O Facebook é mais complexo,  cheio de coisinhas para quem ainda tem tempo para ficar jogando joguinhos com os amigos, editando álbuns de fotos, etc.  Para pessoas como eu, que gostam da atualização imediata; “escreveu, todo mundo leu”; mas ainda tem tempo para gastar com bobeirinhas tipo Farmville.

Então, é isso, em 2010, a internet é mais imediata do que em 2002, 2003, 2004, 2005, etc; e os blogueiros preguiçosos estão se transformando em twitteiros.  Por outro lado, os que gostam de falar e escrever já não precisam de blogs… o b se transformou em v, e atualmente, quem tinha blog, tem vlog.  Mas isto é um outro assunto… para um outro post, qualquer dia destes…