Wally World

Ando sumida, mas não estou de férias e não estou doente.  Consegui um emprego fora de casa! 🙂  Não é uma Brastemp, mas é um começo… ou recomeço.  Aonde? Hmmm…  Pense na maior rede de lojas/supermercados americana.  Pensou?  Então…  Give me an W… 😉

E para completar, os pais do maridon resolveram nos visitar esta semana (detalhe… pela primeira vez desde que o Dan iniciou a carreira na USAF, 17 anos atrás!).  Ou seja, ando sem tempo pra piscar!

Depois eu passo por aqui e conto mais.

8 Responses to “Wally World”

  1. Tom Says:

    Parabens!! Trabalhar no WW não é o pior lugar. Vai ter chance de ter pate-papos curtos os dia enteiro. Lembre de levar snacks da casa para não perder o salario comprando coisas na loja.

    Visita de parentes de vez em quando é bom. O pais da minha esposa nunca nos visitou, nenhuma vez. Eles se aposentaram e mudaram para Florida nunca mais indo ao norte. De tres em tres anos fizemos os nosso viagens a terra deles.

  2. leticia Says:

    eu adoro o walmart. acredita que era uma diversão ir até lá e ficar olhado tuuuudo? sempre tem coisa legal com preço bem amigo. no quebec achei um daqueles troços de fazer waffle por 9 doletas!! hohoho Thanks, tio Wal!
    o negocio é sair de casa, tô nessas de trabalhar em casa e acabo nao fazendo nada, por isso tb estou pra começar em um emprego! tomara que dê certo pra nos duas! hehehe

  3. Mauro Says:

    Tá trabalhando em qual departamento?

  4. Be Says:

    Meu departamento é Apparel, mas mais na área de Men’s Wear (qdo não precisam de mim em outro lugar p fazer o trabalho de quem não fez, como ontem, em Boy’s); o seja, na próxima vez que for ao Wally e resolver não comprar aquela camiseta que abriu para ver a estampa ou o tamanho, lembre-se da Be e coloque a dita cuja de volta na prateleira dobradinha… RS *kidding…* Agora, falando sério, acredita que tem “gente” que abre os pacotes de meias (cuecas, camisetas – tipo Hanes, George, Puritan, etc) para ver o tamanho e depois larga o pacote aberto, tudo jogado na prateleira e leva o fechado? *Grrrr* Ahã… E isso não é nada… depois eu conto mais. 😉 O que eu sei é que minha OCD está servindo para alguma coisa… Hahaha!

  5. Re Says:

    Que bom, Be! Eu conheço um monte de gente que trabalhou no Wal-Mart, mas é como o Tom falou, tem q levar snacks de casa, senão seu salario todo fica lá mesmo. Rsrsrs!

  6. Be Says:

    Pois é… eu disse para o “maridon” que eu agora sou an Wal-mart employee, not a customer. RS 😉 Passo reto!
    Comprar as coisas no Wal-mart sempre foi perigoso. A gente entra para comprar uma coisinha de $5 dólares e sai com trocentas sacolas e um recibinho de $140! RS
    Eu cumpro as minhas horas e pronto. Fujo das compras como o diabo foge da cruz. RS 😉

  7. Luciana Bordallo Misura Says:

    Be, agora voce vai ser a nossa insider e contar se eles tratam bem os empregados ou nao. Sempre evitei comprar no Walmart por causa da fama de pessimos empregadores que eles tem, agora voce pode contar pra gente o que e verdade nisso tudo 😉

  8. Vanessa Says:

    Pois é… eu tb estou curiosa. Tenho uma amiga que trabalha lá há 10 anos. Ela gosta bastante, mas vai saber?

    Por enquanto está tudo certinho. Tenho meu horário de almoço na hora certa, meus breaks, etc. O pessoal é bem friendly e os managers até que não são tão frescos. Meu trabalho é simples, mas ando como uma camela (o que é bom para entrar em forma LOL). O negócio lá é não ficar parado. O resto eu vou aprender com o tempo. Vamos ver o que rola. Resolvi aceitar esta oportunidade para voltar ao mercado de trabalho e ter experiência de trabalho aqui nos EUA. Não estou apaixonada pelo meu novo emprego, mas tb não estou infeliz. Todo “recomeço” é complicado.

    Anyway, pelo o que vi e li (sobre a empresa, policies, etc) até agora, o Wal-mart não é tão ruim assim… mas vamos ver… RS