Archive for November, 2008

Obrigada.

Wednesday, November 26th, 2008

Amanhã é dia de festa, comida gostosa e agradecimento.  A loucura do feriado já começou. Fui ao supermercado para comprar algumas coisinhas que “escaparam” da lista de Thanksgiving; e dei de cara com dois supermecados de bairro lotados.  Os americanos estão economizando, mas não estão deixando de comemorar o Dia de Ação de Graças.

Este ano, pela primeira vez, teremos um almoço “grande”.  Onze pessoas, quatro famílias, onze amigos.

Seja qual for a sua religião ou crença, não esqueça de agradecer… a Deus, a Luz, a Vida, ao Universo; todas as coisas boas (e até mesmo as ruins, que lhes serviram de aprendizado) que aconteceram em 2008.

A saúde, a força,  a recuperação, a amizade, o amor, a casa, o alimento, o cobertor, a água, a família, a vida… todos na lista…

Obrigada. 🙂

“Jogadina” ;)

Wednesday, November 12th, 2008

Semana passada, o bom velhinho passou aqui em casa e deixou um Wii; presente de Natal adiantado.  Todo mundo sabe que sou fã dos irmãos Mario (Mario e Luigi – apesar de gostar mais do Mario mesmo… RS).  Acompanho a “saga” dos dois “encanadores” há alguns anos… Nintendo 64, Gameboy Advance SP, Gamecube , Nintendo DS; e agora Wii. O legal é que ainda temos todos os consoles e podemos jogar todos os jogos originais.

Junto com o Wii, o Papai Noel deixou o Guitar Hero (I).  Depois de 6 meses, tomei vergonha na cara e aprendi a jogar.  Gostei tanto que resolvi colecionar a série; comecei pelo Guitar Hero III e, agora, estou jogando o primeiro.

Video game é vício… e o pior deles chega amanhã… RS Não tenho tido tempo de jogar nada, mas amanhã… eu jogo a nova expansão do WoW, nem que seja às 3 da matina!  RS

Yes, we can!

Wednesday, November 5th, 2008

🙂 O discurso da vitória de Barack Obama foi “lindíssimo”.

Good luck, Mr. President. 😉

“Nucular” nunca mais!

Tuesday, November 4th, 2008

Não votei, ainda não sou cidadã americana (por opção).  Fiquei o dia todo com o coração meio apertado… meio down… Gostaria de ter votado.  No Brasil, aprendemos a importância do voto muito cedo.  Sim… não temos escolha, somos obrigados a votar, mas ao mesmo tempo, somos obrigados a fazer parte da vida política do país.  Aqui, não.  Vota quem quer; quem entende a importância da cidadania, do voto, da união, da democracia; o que é bom e ruim ao mesmo tempo (tópico para outro post).

Na maioria das vezes, os americanos são meio que “alienados”, não falam sobre política, não discutem política, são “patriotas” (e confudem “patriotismo” com “apoio ao governo”) acima de tudo e de todos.  As pessoas que se importam com política chegam a ser “radicais”, “estranhas”, meio “malucas”.

Entretanto, hoje, o que aconteceu no país foi um revolução silenciosa.  Milhões de eleitores compareceram as urnas.  Filas infinitas.  Horas de espera.  Um “amamos o nosso país e estamos aqui para provar isso” silencioso, mas presente e forte.  Alienados, radicais, imigrantes… todos unidos contra o governo atual.

Se eu fosse o Bush, faria minhas malinhas e sairia da Casa Branca, na calada da noite.  RS  Durante 4 anos (porque os primeiros 4 não contam, já que fizeram a burrada de re-eleger o Bozo), os americanos (nativos e naturalizados) aguentaram a arrogância e ignorância do presidente, em silêncio.  Hoje, também em silêncio, deram o ponta pé na bunda do excelentíssimo senhor presidente, mas bem dado da História deste país.

Só espero que tenham usado “sapatos novos”… 😉 Agora, é sentar e esperar para ver os resultados.

Nucular” nunca mais!

Noite de terror… :(

Monday, November 3rd, 2008

Pois é… depois de tanta decoração, preparação e espera, a comemoração do primeiro Halloween na nossa casa nova, só não foi perfeita, porque um louco sem coração e com muita maldade na cabeça, conseguiu entristecer a comemoração de uma cidade inteira… e destruir a vida de uma família… 🙁

Segundo o “doente”: “Eu já recebi um tiro e não queria receber outro, vi pessoas ‘mascaradas’ vindo em direção a minha casa e pensei que seria roubado“.  Vinte e nove tiros destruiram os sonhos de um garotinho de 12 anos e a história de um família inteira.  Depois de uma festa no centro da cidade, uma família resolveu parar em uma casa com as luzes da varanda acessas (o que, no dia do Halloween, indica que aquela família está participando da brincadeira “Trick-or-Treat”) e foi recebida a tiros.  O pai e o filho mais novo ficaram feridos, mas estão em recuperação.  T.J; 12 anos, não resistiu aos ferimentos e faleceu no hospital.

Sem explicação… 🙁

“Jesus, were you just around the corner
Did You think to try and warn her
Or are you working on something new
If there’s an order in all of this disorder
Is it like a tape recorder
Can we rewind it just once more”

– Wake up Dead Man, U2

P.S: Esta tragédia inexplicável aconteceu em um bairro há cerca de 10 minutos do bairro onde moramos. 🙁