“Tupiniquis” a La Top Gun

Os brasileiros estão em toda parte, mas por incrível que pareça, nestes meus 7 anos de Estados Unidos, nunca conheci um brasileiro que morasse na mesma cidade que eu. É claro… quem escolheria Clovis para morar? Ganhar dinheiro? Fairbanks? Fairbanks sim… depois que saí de Fairbanks e mudei para Clovis, o Alasca se tornou um estado quente para os brasileiros; mas em 2001, o verde e amarelo ainda não habitava as terras geladas daquele cantinho do planeta.

O ano passado, por incrível que pareça, conheci uma brasileira, atráves de uma amiga Filipina, mas até mesmo neste caso, a brasileira em questão não morava em Clovis, mas passava por lá de vez enquando, para visitar a filha americana (nascida e criada na terra do Tio Sam).

Bom… a semana retrasada, passeando pela web, resolvi dar uma xeretada em um site chamado MeetUP. MeetUp é um site “social”, que reúne pessoas e grupos do mundo inteiro. Através do MeetUp você pode encontrar grupos de pessoas com os mesmo interesses que o seu, como: viajar, tomar café, ler, falar francês, pintar, jardinar, dançar, fazer campanha para o Obama, criar peixes, bloggar, escrever, desenhar, andar descalso; e assim por diante. É só procurar… tem sempre alguém que curte a mesma coisa que você. Então, resolvi procurar por um grupo, na Carolina do Sul, próximo a minha cidade, interessado em papagaios, ou melhor dizendo, em papagaios e araras. 😉 Infelizmente, não encontrei nenhum grupo sobre os bicudos, que seja pertinho de Sumter, mas resolvi dar uma xeretada geral, e encontrei um grupo de pessoas interessadas em idiomas (grande novidade… RS).

Pois bem… encontrei um grupo de pessoas interessadas em Português e… encontrei uma brasileira, vivendo em Sumter! Não acreditei… uma brasileira em Sumter? Sumter é bem maior e melhor que Clovis, mas Sumter? Tentei advinhar o que ela fazia por aqui… algum curso em Columbia? Trabalho temporário? O que? Escrevi para ela e advinhem… mais uma brasileira casada com um azeitona da Força Aérea Americana! Wow… e mais, uma brasileira que conhece uma outra brasileira (tb casada com um americano da USAF), que tb mora em Sumter! Aaaaaaaaaaaaaleluia! Aaaaaaaaaleluia! Imaginem vocês, os brasileiros invadiram o Orkut e a USAF! RS 😉

Bom… para resumir, já conheci uma das duas pessoalmente. A Liege é um amor de pessoa, super simpática, casada com um cara super engraçado. Já nos tornamos amigas, comemos coxinha, pastel, empadinha… Ainda não conheci a Ana, porque ela está no Brasil (o maridon dela está em uma missão de alguns meses… do outro lado do planeta…. e ela aproveitou para matar saudades da terra brasilis); mas já conversamos alguns minutinhos pela internet.

Tá aí… a mudança continua… um dia estamos derrubando muros… e no outro, plantando sementes. 🙂

2 Responses to ““Tupiniquis” a La Top Gun”

  1. Tom Says:

    Que bom que achou estas amigas novas. A vida vai melhorando.
    Diga-me, plantou Texas Star Hibiscus no quintal novo? As nossas já tem um metro e vão atingir dois metros ou mais este ano!!

  2. leticia Says:

    um azeitona????? quase cai da cadeira de tanto rir, Be.
    novas amizades são sempre bem vindas, principalmente com tanta coisa boa em comum 🙂
    e por falar em arara, como vai a sua filhota de penas??