Archive for April, 2008

Eh lêlê…

Wednesday, April 30th, 2008

Há dias em que não sair da cama não é o suficiente. A solução é nem abrir os olhos!

Comecei o dia discutindo com o marido; e estou terminando o dia, tentando “salvar” a comida que está na geladeira, que resolveu sair de férias sem me avisar.

… e eu costumava reclamar da minha geladeira-museu, em New Mexico… a velhinha nunca me deixou na mão. Já a nova moderninha…

Puta que pariu!

Update:  Minha geladeira morreu.  O técnico disse que era preciso trocar o compressor; e entre trocar o compressor e comprar uma nova, decidimos comprar uma nova, já que a diferença de preço não é tão grande. Esta geladeira já estava na casa, quando mudamos, parecia nova (o técnico ficou bobo de ver como está “nova”… parece que saiu da loja ontem) e, mesmo assim, morreu.  O pior é que este modelo da minha geladeira falecida, ainda está à venda nas lojas…  Não tem jeito, quando não tem que ser, não é.

Anyhow, o técnico nos disse que as geladeiras Frigideair estão apresentando muitos problemas mesmo.  Então… se você mora nos Estados Unidos e vai comprar uma geladeira nova, não compre Frigideair ou GE (os produtos da GE estão péssimos).  É melhor escolher entre os produtos da Whirlpool ou Kenmore.  A nossa nova é Whirlpool e chega amanhã.  Até lá,  minha cozinha está parecedo acampamento, com 3 ice coolers cheios de comida e gêlo.  Blah!

Clássico

Sunday, April 27th, 2008

Hoje, assisti um clássico… um filme que marcou bastante a minha infância: “To Sir, with Love”, simples, mas maravilhoso.

Interessante como imagens e músicas conseguem nos transportar para uma época exata, em nossas vidas, não? Assim como os aromas.

Eu sou completamente influenciável pelos cheiros e sons. O ano passado, durante a terapia para me “livrar” da ansiedade exagerada; aprendi a reconhecer que alguns cheiros aumentavam a minha ansiedade… cheiros ligados à lembranças tristes… Bom, algumas sessões de EMDR (Eye Movement Desensitization and Reprocessing), um método bastante interessante, utilizado por alguns terapeutas para “moficar” nossas “lembranças”, resolveram o meu problema; ou seja, cuidaram das minha lembranças tristes… mas ainda adoro relembrar o passado através do cheiro e dos sons. O cheiro de um perfume que me lembra da minha avó, de um shampoo que me remete a uma certa época da minha adolecência, de um chá…

Imagens, sons, aromas… Interessante e intrigante, não? Você consegue apontar um som, uma imagem ou um aroma que te coloque no “túnel do tempo”?

A grande mudança – Parte 1

Sunday, April 20th, 2008

Antes que a mudança para South Carolina vire “old news”… aqui vai o primeiro post sobre esta mudança de estado e de vida.

Eu nunca fui apaixonada por New Mexico; tentava olhar “o lado positivo” das coisas e admirar “a beleza peculiar” do estado, mas o horizonte infinito e os dias secos nunca foram parte do meu cenário preferido. Clovis é uma cidadezinha minúscula, no meio do nada. Qualquer lugar mais movimentando e civilizado fica a cerca de 2 horas de carro. Seis anos em Clovis foram seis anos de aprendizado e paciência (muuuuita paciência). Portanto, a notícia de que iríamos mudar para outro estado foi, para mim,  o presente da década.

Deixar a cidade foi um presente.  Deixar os amigos… nada fácil. Seis anos é tempo suficiente para criar raízes e “família”. Por mais que você tente não se apegar as pessoas, não há como não fazer amizades fortes. Saí de Clovis sem pensar duas vezes e sem olhar para trás (para não ver os amigos que ficaram por lá); aliás, a mesma estratégia que uso nas minhas visitas ao Brasil: cabeça erguida e bola pra frente, que atrás “ficou” gente.  Do contrário, a gente não quer voltar, não quer deixar ninguém pra trás; quer ficar, e este não querer machuca pra caramba.

A viagem de New Mexico à South Carolina foi tranquila. Maridon na frente, puxando o trailler com a Durango; e eu atrás com o meu carro.  O Snoopy e a Pitanga foram na SUV com o maridon.  Os gatos foram no carro, comigo, fazendo sinfonia pela primeira hora de viagem, todos os dias (bem ao estilo do comercial da “Meow Mix“.

Começamos a viagem em New Mexico, numa sexta-feira (4 de janeiro de 2008), atravessamos parte do Texas e fizemos um desfio grandinho, para visitarmos um casal de amigos queridos, em Tulsa, Okalahoma. Quando voltamos a pegar a estrada, atravessamos o Texas (pela última vez nesta viagem), passamos a noite em Louisiana; curtimos algumas horinhas de estrada nos estados de Mississippi e Alabama, passamos a noite em Georgia; e, finalmente, chegamos à South Carolina (10 de janeiro de 2008).

O total da viagem foi de 7 dias, com uma parada de 3 dias, em Tulsa; ou seja, 4 dias de estrada, desde New Mexico até South Carolina.

 

Não deu tempo de tirar fotos… nem de passear pelos estados.  Nossa missão era dirigir, dirigir, dirigir e chegar aos nossos destinos planejados. Também… imaginem, não há como passear e conhecer lugares, acompanhados de um zoo… 😉

Chegamos à South Carolina super tarde. Eu estava super cansada e irritada (“O lixo do resto do que sobrou.”, como diria um ex-colega de trabalho.). A viagem foi longa e cansativa (motoristas imbecis existem em qualquer lugar do planeta); mas no final das contas, muito mais fácil do que eu imaginava.

Bom, por hoje é só… já deu para introduzir “a grande mudança”; depois continuo este blá blá blá todo… 😉 Inté!

Mais 66 pela frente*

Tuesday, April 15th, 2008

Quem?  Quem aparece assim, de repente, na porta da sua casa… sem avisar?  Toca a campainha a meia-noite e um; e avisa que veio para ficar um ano inteirinho? Quem?  O meu trigésimo quarto ano! Hehehe… 😉 Pois é… o tempo voa; e os anos chegam assim, de surpresa.

O ano 33 foi complicado. Oh aninho revoltado… chutou o pau da barraca, me passou uma rasteira, mas foi um grande professor.  Agora chega o 34, cheio de esperança e de energia positiva. 🙂 Parabéns pra mim! 🙂

* 66 pela frente? No mínimo!  Eu pretendo chegar aos 150. 😉
  

  

Clique aqui para ler a letra de “Life is Wonderful”, de Jason Mraz.

 

Esquilolândia

Monday, April 14th, 2008

Algumas semanas atrás, citei por aqui, meus vizinhos esquilos.  Então… resolvi pegar um dos meus amiguinhos rabudos de surpresa; e gravei um videozinho.  Por aqui, os primos do Tico e Teco aparecem todos os dias, a qualquer hora do dia.  Estão sempre procurando alguma coisa para comer, correndo de um lado para o outro, fugindo das pessoas, dos carros e dos animais de estimação.

Gravei este vídeo do lado de dentro (oh expressão feia… ” do lado de dentro” hahaha) da minha casa, através da porta de vidro (eu consigo vê-los, mas eles não conseguem me ver).  Há sempre uns 2 ou 3 esquilos no meu jardim da frente.  Eu coloco comida para os passarinhos; e os esquilos aproveitam para comer o que cai no chão.

Have fun!

 

Para assistir ao vídeo, entre a senha: “sgblog” (sem reticências), clique enter ; e clique na flechinha ao lado do cadeado.

Esquilolândia from Vanessa Henderson on Vimeo.

 

P.S: O bairro chama-se “Twin Lakes”, mas eu juro… deveria mudar para “Squirrel Paradise”! Hehehe… 😉

Desculpe-nos pelo transtorno…

Tuesday, April 8th, 2008

Hehehe… algumas coisinhas ainda estão fora do lugar… ou seja, se você clicar AQUI e acabar ALI… paciência… ainda estou “transplantando” as flores. 😉 A Primavera está só começando. 😉

Alguns dos posts antigos não foram publicados individualmente, ou seja, se você clicar no permalink do post, cairá ALI, mas não encontrará o post que está procurando… paciência; a jardineira está sujando as mãos de terra; e logo… logo, tudo estará funcionando direitinho.

Update: Os arquivos antigos ficaram arquivados mesmo… Por enquanto estão no formado antigo, linkados em um página específica, mas com o tempo (e pesquisa) espero poder importá-los para o formado WordPress.

Hoah!

Tuesday, April 8th, 2008

Não falei? Mudei… de cidade, de estado, de casa e, agora, de template e ferramenta de publicação … *rs* Digamos, 2008… o ano das mudanças… 😉 O Jardim agora é administrado via Worpress. Não dá para mentir… a estrutura do blog antiga era bem mais complicada. A publicação dos posts era vapt-vupt, mas o resto das páginas eram administradas em HTML… tudo na mão… sem facilidade nenhuma. Então, resolvi dar um salto tecnológico no Mundo do Blogs; e migrei o Jardim do Movable Type para o WordPress, uma ferramenta de publicação muito mais leve e prática. Afinal, depois de quase um ano de “silêncio”, estes ares novos servirão de estímulo.

Por enquanto, o blog está básico… aliás, super básico. Ainda tenho que mergulhar no meu desktop e procurar os arquivos antigos (de 2002 à 2006) para arquivá-los aqui… inserir os meus blogs preferidos e websites preferidos, as páginas extras, e outras coisinhas afim.

O template? Free, free, free… escolhido a dedo entre dezenas de websites que oferecem templates para o WordPress (até nisto, esta “maquininha” facilita a vida da gente…). Bonitinho, não? Simples, mas com cara de Jardim…

Bom, espero que gostem da mudança… Eu estou adorando. 🙂

IMPORTANTE: A URL do blog mudou de “http://www.jardimsecreto.net/weblog” para “http://www.jardimsecreto.net”. Por favor, atualizem seus bookmarks. Por enquanto, a URL antiga está sendo redirecionada, mas em alguns meses, não funcionará mais.

Atualizações

Saturday, April 5th, 2008

Já percebeu? A internet é como os computadores… você fica “longe” por alguns meses; e quando volta, está tudo diferente e desatualizado.

Comecei a atualização do Jardim (“SIM, estou voltando… passo-a-passo“). No menu superior, atualizei o “Tuning in” (que por enquanto está sem o plug-in “Now Playing”), o “tempo” e os relógios (que estão no item “Canteiros”). Amanhã, pretendo atualizar: “A mão que planta” e mais algumas coisinhas.

E falando em internet… já experimetou o Safari? Estou experimentando e estou gostando. Safari é o browser (navegador) da Apple, que agora também funciona com o Windows. Simples, mas eficiente. Ainda não sei se substituirá a minha paixão pelo Firefox, mas o Safari é uma boa opção para quem não gosta de muita frescura (o que não é o meu caso… *rs*) e velocidade.

… e o “iGoogle”? Já xeretou? Muito legal… Você monta a sua página do jeito que quiser… da banner a o que você quer que apareça na página do Google. Tem notícias, quotes, joguinhos, calendário, piada, horóscopo, tempo, relógio e os cambau… E só xeretar e ser feliz.

… e para completar essa horinha de web, ouça o novo (lançado em Setembro… é novo, mas não tão novo assim…) CD do James Blunt, All the lost souls, que está sensacional… melhor que o primeiro (beeem melhor do que o primeiro…), mais amadurecido, mais musical, menos melancólico; muuuuito bom.

Por enquanto é só isso… Fiquem de olho nas mudanças… 😉

Update: Atualizei o item “A mão que planta”.